SITE OFICIAL DA CIDADE DE MONTALVÂNIA
WWW.MONTALVANIA.COM.BR


Role para baixo
     

montalvania@montalvania.com.br
(77) 9 9949-4184 / 9 9140-6265
 Data Comemorativa
  30 Dezembro de 2015
Bancos funcionam só hoje e ficam fechados para o público até segunda-feira
As agências bancárias de todo o Brasil estarão fechadas nos dias 31 de dezembro (amanhã) e 1º de janeiro (sexta-feira)

De acordo com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), no dia 31 os bancos fecharão para realizar operações internas e fechamentos de balanços do ano e no dia 1º não abrirão por causa do feriado nacional. Sendo assim, o dia de hoje será o último de funcionamento normal das agências bancárias neste ano. 

CONTAS
As contas de consumo (água, luz, telefone, entre outras) e carnês que tiverem vencimentos nos dias 31 e 1º poderão ser pagas sem multas de atraso no 1º dia útil após o feriado, segunda-feira, 4 de janeiro. Também será possível usar os meios alternativos de atendimento, como caixas eletrônicos, lotéricas e agências dos Correios.

 Espaço do leitor
  30 Dezembro de 2015
Mensagem recebida no nosso Whatsapp.
É o calçamento de Cana Brava?

(77) 99949-4184 Adicione e participe! 

 Espaço do leitor
  29 Dezembro de 2015
Saúde Pública Montalvânia
Filho de paciente

Venho aqui deixa nesse espaço a minha indignação sobre aquela casa de apoio que existe em montes claros, passando por ali com meu pai pudi perceber que falta de respeito que estar tendo com os pacientes, um lugar sem estrutura nenhuma para receber pessoas. 

Ainda bem que a vigilância sanitária passou por ali. Nessa situação lembro bem da casa de apoio da saudosa DONA VANDA onde você era bem cuidado e cheio de atenção.

Mensagem recebida no nosso Whatsapp.

 Saúde
  29 Dezembro de 2015
Saúde
Vereadores e Vigilância Sanitária reprovam “Casas de Passagem” contratadas pela Prefeitura de Montalvânia/MG

A empresa contratada pela Prefeitura de Montalvânia para abrigar em Casas de Passagem os pacientes que necessitam de tratamento de saúde em Montes Claros não possui condições higiênico-sanitárias mínimas para funcionar. A conclusão é da Vigilância Sanitária de Montes Claros.

Atendendo a apelo dos doentes, que reclamam do atendimento, comida ruim e falta de higiene nos locais, quatro vereadores de Montalvânia decidiram inspecionar pessoalmente os estabelecimentos. Acompanhados de técnicos da Vigilância Sanitária de Montes Claros, os vereadores Gildenes Justiniano Silva, Valdivino Doriedson Soares, Nilton Carlos Lopes da Silva e Jerry Jânio Ferreira de Souza ficaram estarrecidos com o que viram nos locais que deveriam ser de acolhimento e proporcionar algum conforto aos doentes.

Eles descobriram que os documentos de uma empresa autorizada a funcionar como hotel e restaurante foram usados para participar da licitação realizada pela Prefeitura de Montalvânia, mas acobertaram outros dois locais onde Casas de Passagem pertencentes a terceiros funcionam de forma irregular.

Além da falta de camas suficientes para todos os pacientes, o que obriga vários deles a dormirem em colchonetes ou ficarem diretamente no chão, as Casas de Passagem não satisfazem as condições de acessibilidade. Os locais não têm rampas ou elevadores e as escadas existentes são um transtorno a mais para quem é cadeirante ou tem dificuldade de locomoção. Algumas das pessoas atendidas nas Casas de Passagem alegaram que elas próprias, em várias oportunidades, tiveram que limpar o chão e os banheiros, porque a empresa não possui empregados em número suficiente. Também reclamaram da comida ruim.

De acordo com a Vigilância Sanitária, os três imóveis usados pela empresa estão irregulares. Dois deles - localizados na Avenida Afonso Pena nº 460, Centro e na Rua José Antônio Rodrigues, nº 469, Alto São João - não possuem Alvará de Localização e Funcionamento, Alvará Sanitário ou Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Esses dois locais estariam utilizando irregularmente o Alvará Sanitário e outros documentos de outro estabelecimento da empresa, um hotel e restaurante situado na Rua São Francisco nº 78, Centro, em Montes Claros.

Segundo o gerente da Vigilância Sanitária de Montes Claros, José Osmando Mendes de Aquino, apenas um dos três estabelecimentos, o que está localizado na Rua São Francisco, nº 78, possui Alvará Sanitário. Mesmo assim, ele explica que se trata de Alvará Sanitário próprio de hotel e restaurante, razão pela qual “o estabelecimento em questão não pode ser classificado como Cassa de Passagem e não pode acolher pessoas portadoras de alguma doença e que esteja em tratamento”.

José Osmando Mendes de Aquino é taxativo ao afirmar que a empresa não atende os quesitos exigidos na legislação sanitária para realizar tal serviço. Em nenhum dos três locais inspecionados há técnico em enfermagem ou enfermeiro para dar suporte aos doentes que se alimentam ou urinam através de sondas.

Acionados pelos vereadores de Montalvânia, o Corpo de Bombeiros Militar de Montes Claros também inspecionou os três locais. Quanto aos imóveis situado na Rua José Antônio Rodrigues e na Avenida Afonso Pena, o CBM constatou diversas irregularidades. Entre elas a falta de iluminação de emergência, de processo de segurança contra incêndio e pânico, de sinalização de emergência e de sistema de proteção por extintores de incêndio. Apenas o hotel e restaurante localizado na Rua São Francisco atende as normas do Corpo de Bombeiros.

Foi dado prazo de 60 dias para que os responsáveis pelos estabelecimentos regularizem a situação. Os laudos de vistoria da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros serão enviados ao Ministério Público em Montalvânia para apuração das irregularidades. A mesma empresa teria vencido licitações em Juvenília e Miravânia.

Fonte: blogdofabiooliva.blogspot.com.br

 Meio Ambiente
  18 Dezembro de 2015
Nascente do Cochá
...

Fui convidado na Barra da Ema 

A conhecer a nascente do Cochá

Pelo amigo Zé da Ema

Voltei triste ao ver aquele dilema. 

Do futuro tenho medo

Da natureza peço perdão,

É triste a destruição

Deus até perdoa, 

A natureza com certeza não!

No caminho daquele serrado, 

Foi pecado aquilo encontrado.

Muitos galhos secos,

E alguns frutos pecos.

Muito triste o que encontrei naquele lugar 

Onde deveria ter água e peixes 

Tem carvão e poeira a levantar.

Não tem peixe nem sucuri

Garranchos e tocos e buritis 

Não tem águas empossadas 

Porém muitas cinzas e queimadas 

Nem veado e tatus 

Porém alguns urubus.

Nas estradas sou pedestre ou motorista

Junto com amigos ou humoristas ,

Más socorrer o Cochá vejo muita pista. 

Por coincidência, foi no dia da eleição

Foi muito ruim ver destruição

Vamos fazer um mutirão 

E procurar uma solução!

Da nascente fomos para o olha d'água 

Avistei muita beleza, 

Pois naquele lugar 

Vi a força da natureza.

É bonito de se ver, 

Ficou na minha memória

Que jamais vou esquecer .

Não sou poeta e nem artista 

Muito menos ambientalista

Mais para socorrer o Cochá, 

Vejo muita pista. 

Olho d'água quando te vi

Fiquei emocionado

Senti o peito ferido

E o coração parado,

Sei que a paixão não foi pouca

Se não colocasse água na boca 

Iria morrer sufocado .

Olho d'água por ali 

Andam cavalos e gado 

Cuida deste lugar

Pois nunca deverá ser explorado. 

De hoje em diante 

Nestes versos explicado ,

Conheço este lugar

Como reino encantado. 

Aqui deixo minha reivindicação 

Pra muitos não seja perfeito. 

Sem criticar vereador, deputado ou prefeito,

Mas ter água em nossas residências 

É mais do que nosso direito.

Autor: Nenival da Silva Marques  (Bonito de Minas - MG)

 Bloqueio
  16 Dezembro de 2015
WhatsApp bloqueado: operadoras são intimadas a barrar app no país por 48h
Bloqueio é válido a partir da 0h de quinta-feira (17) em todo o Brasil. Sindicato de Vivo, Claro, Tim e Oi confirma determinação judicial.

Operadoras são intimadas a barrar app no país por 48h

Bloqueio é válido a partir da 0h de quinta-feira (17) em todo o Brasil.

O recebimento da determinação judicial foi confirmado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal, o SindiTelebrasil, que representa as operadoras Vivo, Claro, Tim, Oi, Sercomtel e Algar.

O Tribunal de Justiça de São Paulo afirma que a decisão partiu da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo e corre em segredo de justiça em uma ação criminal. Segundo o TJ-SP, o WhatsApp não atendeu a uma determinação judicial de 23 de julho de 2015. A empresa foi notificada mais uma vez em 7 de agosto, com uma multa fixada em caso de não cumprimento.

O WhatsApp não atendeu à determinação novamente, de acordo com o TJ-SP. Por isso, o Ministério Público requereu o bloqueio dos serviços pelo prazo de 48 horas, com base na lei do Marco Civil da internet.

Eduardo Levy, presidente do SindiTeleBrasil, diz que as operadoras são obrigadas a atender a determinação e que não é do interesse delas bloquear o WhatsApp no país. Temos interesse em regras que sejam mais leves para o setor, disse Levy ao G1.

HistóricoEssa não é a primeira tentativa de bloquear o WhatsApp no país. Em fevereiro, um juiz de Teresina (PI) determinou que as operadoras suspendessem temporariamente o acesso ao app de mensagens.

O motivo seria uma recusa do WhatsApp em fornecer informações para uma investigação policial que vinha desde 2013.

Fonte: g1.com

 Novidade
  16 Dezembro de 2015
Seguro DPVAT não terá reajuste em 2016
Passará a ser cobrado de motos com até 50 cilindradas
Os valores do seguro DPVAT não terão reajuste em 2016, segundo resolução da Superintendência de Seguros Privados (Susep). Em Minas, o valor do DPVAT vai cair. Carros de passeio, cujo DPVAT foi de R$ 105,65, cairá para R$ 101,10 em 2016. Já o Dpvat das motos passou de R$ 292,01 para R$ 286,75. 

Cinquentinha
Outra novidade é que o seguro obrigatório passará a ser cobrado em ciclomotores de até 50 cilindradas no valor de R$ 130. Agora, os donos de cinquentinhas têm que emplacar, recolher o IPVA, a taxa de licenciamento e o seguro obrigatório DPVAT.
 Espaço do leitor
  14 Dezembro de 2015
Mensagem recebida no nosso Whatsapp.
Olá, aqui é um filhó da terra e estou há 44 anos fora daí e não tenho contato com os meus parentes.

Nós estamos como desaparecido pra meus parentes eu e minha mãe.

Sou Antônio Mota e minha mãe é Maria Maura Correia Mota (Foto) e moramos em Uruçuca – BA!


 Previdência Social
  11 Dezembro de 2015
Mulher pode ter que trabalhar mais 5 anos para se aposentar
As mulheres vão ter que trabalhar mais e tanto quanto os homens.

Na reforma da Previdência defendida pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, as mulheres vão ter que trabalhar mais e tanto quanto os homens para se aposentar no Brasil. Proposta do ministério acaba com critérios diferentes de gênero e adota idade mínima de 65 anos para trabalhadores e trabalhadoras como condição para requerer o benefício do INSS. O tempo mínimo de contribuição também sobe para elas, de acordo com o que quer o Ministério da Fazenda. Passa a ser de 35 anos e não mais 30 anos. 

 Rural
Outro ponto polêmico da proposta é em relação à aposentadoria do setor rural. A Fazenda propõe igualar as regras às do setor urbano. Hoje, para se aposentar, o pessoal da área rural não precisa provar que contribuiu para a Previdência. É pedido apenas a comprovação de que trabalharam no campo durante 15 anos, mediante declaração de sindicatos rurais.

 Espaço do leitor
  10 Dezembro de 2015
Mensagem recebida no nosso Whatsapp.
Gente eu quero saber pra onde tá indo o dinheiro que estamos pagando por essa famigerada taxa de iluminação publica?

A cidade ta muito escura, algumas ruas no bairro Novo horizonte e outros bairros estão às escuras.

Peço a quem for de responsabilidade que tome providencia urgente, pois do contrario irei à promotoria pública pra que alguém resolva.

 Meio Ambiente
  09 Dezembro de 2015
Veja 8 formas simples de ajudar a preservar o rio
...

1 - Envolvimento e comprometimento 
Em primeiro lugar é preciso se envolver com o assunto, você pode fazer isso buscando informações sobre as necessidades que o rio tem, assim como as necessidades do povo que vive desse rio. Além disso, você pode se comprometer e se integrar a algum grupo que busque o mesmo objetivo que você.

2 - Economia de água
Quanto maior a economia de água, menor a quantidade de detritos de esgotos jogados no rio. Procure meios de economizar a água.

3 - Preservar as matas ciliares
As margens dos rios possuem uma mata muito importante: as matas ciliares. São elas que garantem a qualidade da água, a vida selvagem, que evitam o assoreamento e que os restos de detritos de esgotos cheguem até o rio. reduzem a erosão, filtram a poluição e proporcionam sombra e proteção aos peixes. Além disso, ainda deixam o rio mais bonito e arborizado.

5 - Evite a poluição dentro de casa
Nunca jogue algo nos ralos de casa ou da rua. Os sistemas de escoamento não fazem o tratamento dos materiais que não são biodegradáveis.

6 - Cuidado com os produtos químicos
Evite utilizar quantidades eleveadas de protudos químicos, como óleo para motorotes, anticongelantes e detergentes de carros. Jamais use-os próximo ao rio.

7 - Apresente o rio a um amigo
As pessoas tendem a se encantar com a natureza vendo de perto. Faça um ecoturismo e mostre um lugar lindo em que o rio percorre.

8 - Denuncie vazamentos, lixo e poluição
Ações rápidas podem minimizar as consequências causadas à água e ajudar a achar quem cometeu o crime.

 Vídeo
  08 Dezembro de 2015
Rally 2016
Milhares de famílias esperando por você!

Matéria especial do Rally de 2015, veja:

 Vídeo
  05 Dezembro de 2015
Isso é Brasil
BR 135 ligando o Norte de Minas à Bahia.

Decididamente o Brasil não é um país sério. 

 Novidade
  03 Dezembro de 2015
CPF passa a ser emitido junto com certidão de nascimento em Minas
A partir de hoje, as certidões de nascimento emitidas em Minas contam com o número de CPF dos bebês.

 A iniciativa surgiu de convênio dos cartórios de São Paulo com a Receita Federal, como explica a presidente do Colégio Registral de Minas, Letícia Franco, oficial do Cartório da Região do Barreiro, em Belo Horizonte. A partir daí, foi publicada instrução normativa estendendo o serviço para todos os estados do Brasil. 

 Gratuito
Para todas as crianças que fizerem o registro de nascimento, o cartório vai acessar o sistema da Receita Federal por meio desse convênio, vai gerar o número e já sai na certidão, explica Letícia Franco.

É tudo gratuito, não tem custo nenhum. A emissão do CPF no momento do registro da criança não é obrigatória e continuará sendo realizada separadamente nas agências dos Correios e da Receita. 

 Política
  03 Dezembro de 2015
Eduardo Cunha acata pedido de impeachment contra Dilma Rousseff
...

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, acatou o principal pedido de impeachment protocolado na Câmara por partidos da oposição contra a presidente Dilma Rousseff. Os deputados da oposição entregaram no dia 21 de outubro à presidência da Câmara dos Deputados um novo pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff elaborado pelos juristas Hélio Bicudo, um dos pioneiros do PT, Miguel Reale Júnior, ex-ministro da Justiça do governo Fernando Henrique Cardoso, e Janaína Conceição Paschoal, advogada.

Segundo Cunha, a decisão foi de natureza técnica e não política. Cunha afirmou que aceitou o argumento da denúncia dos juristas contra os decretos publicados pelo governo em 2015 que aumentaram despesas sem autorização do Legislativo.

O documento entregue em outubro incorporou as denúncias de que as chamadas pedaladas fiscais continuaram a ser praticadas este ano, com base em representação do Ministério Público do TCU (Tribunal de Contas da União).

 IPVA
  02 Dezembro de 2015
Pagamento do IPVA 2016 em Minas começará em 13 de janeiro
Desconto à vista é de apenas 3%

A escala de pagamento do IPVA em Minas terá início em 13 de janeiro para as placas com final 1 e 2 e terminará em 21 de março para o final 0, mas pagamento já pode ser feito a partir de hoje. O prazo para pagamento à vista com desconto ou da 1ª parcela é de 13 a 19 de janeiro, conforme o final da placa. Os motoristas mineiros pagarão, em média, 3,3% a menos de IPVA em 2016. A redução refere-se à depreciação do valor dos veículos usados. 

LicenciamentoPor outro lado, a taxa de licenciamento teve alta de 8,5% no período. O valor único é de R$ 85,81. Com o aumento, Minas vai arrecadar R$ 787 milhões com a taxa de licenciamento. Os proprietários que optarem pelo pagamento do IPVA em cota única terão desconto de 3%.

 Mobilização
  02 Dezembro de 2015
Luto pela saúde
A Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais fará no próximo dia 02 de Dezembro uma grande mobilização entre os hospitais filantrópicos em todo o estado de Minas Gerais.

O movimento pretende protestar quanto ao parcelamento dos repasses dos recursos federais aos Municípios e Estados, referente ao mês de Dezembro de 2015.

O MOVIMENTO: 02 de dezembro O LUTO PELA SAÚDE será uma manifestação pacífica com lançamento no dia 02 de dezembro de 2015 e permanecerá por todo o mês de dezembro. 

A iniciativa visa demonstrar o luto dos funcionários e usuários pelo descaso que ocorre com as instituições filantrópicas, que são responsáveis por mais de 70% das internações no Estado de Minas Gerais. 

Nosso objetivo é informar previamente para toda a sociedade o caos no setor, caso ocorra os parcelamentos anunciados pelo Ministério da Saúde ou qualquer sorte de retenção ou atraso que possa acontecer nos pagamentos aos hospitais.

Fonte: www.federassantas.org.br

 Saúde
  01 Dezembro de 2015
Casos de dengue passam de 145 mil em 2015
Minas entra em alerta

Os casos de dengue em Minas têm crescido, de acordo com balanço da Secretaria de Estado da Saúde, que aponta 145.371 registros da doença confirmados. O número é preocupante, pois é o 3º maior dos últimos 8 anos, ficando atrás somente de 2013, com 368.387 pessoas infectadas pelo mosquito Aedes aegypti, e 2010, com 194.636 registros. A situação fez o estado entrar em alerta. 

Microcefalia

As doenças dengue, chikungunya e zika vírus são transmitidas pelo mesmo mosquito. Portanto, combater o mosquito é a forma de evitar as 3 doenças. De acordo com o Ministério da Saúde, o avanço na epidemia de microcefalia pelo Brasil está ligado ao vírus zika. A doença provoca má-formação do cérebro que pode trazer seqüelas ao desenvolvimento cognitivo e motor da criança. 

 Eleições 2016
  30 Novembro de 2015
Eleição de 2016 não terá urna eletrônica, diz Judiciário
Informação foi publicada na edição desta segunda do Diário Oficial da União. Contingenciamento impedirá o uso de R$ 1,7 bi do orçamento do Judiciário.

Uma portaria publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (30) e assinada pelos presidentes dos tribunais superiores informa que o corte no orçamento do Judiciário vai inviabilizar as eleições de 2016 por meio eletrônico.

Ao todo, o contingenciamento impedirá a utilização de R$ 1,7 bilhão do orçamento do Supremo Tribunal Federal (STF), Superior Tribunal de Justiça (STJ), Justiça Federal, Justiça Militar da União, Justiça Eleitoral, Justiça do Trabalho, Justiça do Distrito Federal e Territórios e Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A portaria é assinada por Ricardo Lewandowski, presidente do STF e do CNJ; Dias Toffoli, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE); Laurita Vaz, vice-presidente do STJ e presidente em exercício do conselho da Justiça Federal; Antonio Levenhagen, presidente do TST; William Barros, presidente do Superior Tribunal Militar; e Getúlio Oliveira, presidente do TJDFT.

A portaria desta segunda não explica os motivos que inviabilizarão o uso das urnas eletrônicas no ano que vem.

O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico, diz o texto publicado.

Em nota, o TSE informa que o bloqueio de R$ 428.739.416,00 do orçamento da Justiça Eleitoral para 2016 compromete severamente projetos do próprio tribunal e dos Tribunais Regionais Eleitorais (veja íntegra da nota ao final desta reportagem).

O impacto maior reflete no processo de aquisição de urnas eletrônicas, com licitação já em curso e imprescindível contratação até o fim do mês de dezembro, com o comprometimento de uma despesa estimada em R$ 200.000.000,00, diz trecho da nota.

A demora ou a não conclusão do procedimento licitatório causará dano irreversível e irreparável à Justiça Eleitoral. As urnas que estão sendo licitadas tem prazo certo e improrrogável para que estejam em produção nos cartórios eleitorais, afirma o TSE.

Ao final do texto, o TSE afirma que o presidente do tribunal, ministro Dias Toffoli, irá, em conjunto com o ministro Ricardo Lewandowski, envidar todos os esforços no Congresso Nacional para que as verbas devidas sejam autorizadas, a fim de se garantir a normalidade das eleições do ano que vem.

Fonte: g1.com.br

 Concurso
  30 Novembro de 2015
Concurso para mais 31 prefeituras do N. de Minas
Concurso para mais 31 prefeituras do N. de Minas, com 3.200 vagas; inscrição em janeiro, provas em março.

Serão abertas dia 4 de janeiro as inscrições para mais uma etapa do Concurso Público Unificado das prefeituras do Norte de Minas. A inscrição deve ser feita pelo site cotec.unimontes.br. O concurso abrange o Polo 3, com 31 municípios. São 3.200 vagas nos níveis fundamental, médio/técnico e superior. As provas estão marcadas para 6 de março.

Municípios

Os municípios são: Augusto de Lima, Bocaiúva, Buenópolis, Claro dos Poções, Engenheiro Navarro, Francisco Dumont, Fruta de Leite, Guaraciama, Itacambira, Mamonas, Nova Porteirinha, Novorizonte, Olhos D’Água, Porteirinha, Santa Cruz de Salinas, São João da Lagoa, Bonito de Minas, Cônego Marinho, Indaiabira, Januária, Juvenília, Manga, Matias Cardoso, Miravânia, Montalvânia, Pedras de Maria da Cruz, Rio Pardo de Minas, Santa Fé de Minas, São Romão, Ubaí e Verdelândia. 

 Humor
  28 Novembro de 2015
Black "fraude"
Desse jeito!


 Eleições
  26 Novembro de 2015
Está em vigor a lei que prevê impressão de voto em urna eletrônica
A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que altera o Código Eleitoral e prevê a impressão do voto da urna eletrônica.

Aprovada pelo Congresso na minirreforma eleitoral, a impressão foi vetada pela presidente Dilma Rousseff em setembro. O veto, porém, foi derrubado na última quarta (18) e o novo sistema será usado nas eleições de 2018.

Pelo texto da nova lei, o comprovante será depositado em um local lacrado após a confirmação pelo eleitor de que a impressão estava correta.

Gastos

Quando vetou a medida, em setembro, o governo alegou que, de acordo com o TSE, o gasto com compra de equipamentos e custeio das eleições para atender a essa determinação seria de R$ 1,8 bilhão. 

Impacto

O governo alegou à época que o aumento das despesas não veio acompanhado com estimativas de impacto orçamentário, o que é uma obrigação legal. Mas, com a derrubada do veto, a medida volta ao texto da Lei, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

 Montalvânia agora
  25 Novembro de 2015
Lá vem chuva
A nossa cidade agora às 18:26 Horas.

Prometendo chuvas! Montalvânia Brasil.

Foto: Marilene Bittencourt 

 Espaço do leitor
  25 Novembro de 2015
(77) 99949-4184 Adicione e participe!
Mensagem recebida no nosso Whatsapp.

Investimento zero.

 Greve
  25 Novembro de 2015
Trabalhadores da Cemig entram em greve
Eles querem aumento e contratação de 1,5 mil eletricistas aprovados. Cemig disse que propôs reajuste de 10,30% e que não deixou de negociar.

Parte dos trabalhadores da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) entrou em greve a partir da 0h desta quarta-feira (25), informou o Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores na Indústria Energética de Minas Gerais (Sindieletro-MG). A informação também foi confirmada pela assessoria de imprensa da Cemig. A greve foi decidida, de acordo com o Sindieletro-MG, depois da realização de assembleias nos dias 23 e 24 deste mês. Os eletricitários rejeitaram a proposta da empresa de renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) e disseram que a greve é por tempo indeterminado.

Entre as reivindicações, eles querem aumento real de 6% pela produtividade de 2014 e 4,87% pela produtividade de 2015; contratação imediata de 1,5 mil eletricistas na Cemig, aprovados no último concurso público; e assinatura de Acordo de Primarização (fim das terceirizações das atividades-fim), conforme compromisso do governador Fernando Pimentel; e distribuição linear da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

De acordo com o Sindieletro-MG, a Cemig apresentou contraproposta de reposição das perdas em 10,3%, mas com corte de 60% na PLR, redução de até 80% do capital do seguro de vida coletivo, não cumprimento do plano de cargos e carreiras e ainda condicionou o acordo à retirada de ações trabalhistas.

O Sindieletro-MG disse que a Cemig está usando a desculpa da crise econômica para impor o arrocho aos trabalhadores. Ainda conforme o sindicato, o lucro da empresa até o 3º trimestre deste ano foi de R$ 2,2 bilhões, acima do registrado no mesmo período de 2014.

O diretor de comunicação do Sindieletro-MG, Marcelo Correia, disse que por ser o primeiro dia de greve ainda não há como afirmar que a greve atrapalha na prestação de serviço.

Em nota, a Cemig informou que a greve não interfere no atendimento e na prestação de serviços aos consumidores. A companhia disse ainda que uma liminar desta terça-feira (24) deferida pelo desembargador José Murilo de Morais, do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, determinou a manutenção de um quadro mínimo de 60% dos trabalhadores em cada atividade, o que está sendo cumprido.

O desembargador justificou a decisão alegando que o serviço prestado pela Cemig é “uma atividade essencial, vinculada à produção e distribuição de energia elétrica, cuja interrupção inviabiliza a manutenção de serviços fundamentais à população, como hospitais, escolas, estações de bombeamento e tratamento de água, semáforos, estações de metrô, dentre outros”.

Ainda segundo o comunicado da Cemig, a decisão de parte dos empregados de paralisar suas atividades foi tomada em meio às negociações salariais em curso. A Cemig propôs reajuste de 10,30%, assegurando a reposição da inflação, e a manutenção de empregos e salários cujos valores estão acima da média da remuneração das demais empresas do setor elétrico.

Além da recomposição salarial, a Cemig disse que também propôs o pagamento de PLR. A proposta é inferior ao pagamento efetuado nos anos anteriores, por causa da crise, mas é superior à média do benefício pago por empresas do setor elétrico brasileiro, diz a Cemig.

Fonte: g1.com