SITE OFICIAL DA CIDADE DE MONTALVÂNIA
WWW.MONTALVANIA.COM.BR

Publicidade: (77) 9 9949-4184
Parceiros1

ÚLTIMASNOTÍCIAS

    BR 135

  17 Maio de 2017

MINAS GERAIS PRIVATIZA BR-135 COM PEDÁGIO DE R$ 6,40


  O Governo de Minas Gerais decidiu privatizar a BR-135, no trecho de 301,20 quilômetros, entre Montes Claros a BR-040, na única opção de acesso a Belo Horizonte, e fixou o pedágio a R$ 6,40.

A empresa interessada em assumir a  concessão tem de fazer a proposta para 30 anos de exploração, orçada em R$ 2,057 bilhões. No dia 30 de maio será realizada audiência pública em Montes Claros para discutir com a população essa obra.

 No ano de 2010, a rodovia foi reformada e ampliada pelo Governo Federal. Deverão ser instalados três pontos de pedágio, a cada 100 quilômetros. O curioso é que o Norte de Minas tem articulado campanha para privatizar a BR-251, no trecho de Montes Claros – BR-116, mas o Governo vem com uma proposta diferente, colocando a BR-135 para ser pedagiada. O mais curioso é que o trecho privatizado pelo Estado está sob domínio da União. Fonte: gazetanortemineira.com.br


Compartilhe nas Redes Sociais

    Política

  11 Maio de 2017

SOCORRO AOS ESTADOS


  Câmara conclui votação de projeto de socorro aos estados em crise, Minas, Rio e Rio Grande do Sul; texto segue para o Senado.

A Câmara concluiu a votação do projeto de socorro a estados em crise. Ontem à noite, os deputados rejeitaram destaques com sugestões de mudanças em contrapartidas previstas no texto. 

DÍVIDAS

O projeto, que agora vai ao Senado, suspende o pagamento das dívidas estaduais com a União por 3 anos, prorrogáveis por mais 3, desde que adotadas contrapartidas com medidas de ajuste fiscal. 

PROGRAMA

O destaque mais polêmico foi rejeitado e pretendia eliminar do texto o artigo que proíbe, durante a vigência do programa, a concessão de reajustes salariais a servidores públicos, a criação de cargos, a realização de concursos para vagas novas e o aumento de auxílios. O projeto pode atender aos estados de Minas, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.


Compartilhe nas Redes Sociais

    Novidade

  11 Maio de 2017

NOVA CARTEIRA DE MOTORISTA


  Nova carteira de motorista, com código de segurança, será adotada à medida que antigas forem vencendo. Ninguém deve se antecipar.

A partir deste mês, a carteira de motorista está sendo emitida com novo item de segurança para dificultar fraudes e falsificações, o QR Code (Código de Resposta Rápida). 

SUBSTITUIÇÃO

O velho modelo, sem código de barras bidimensional e dados criptografados, será substituído gradualmente, à medida que os motoristas forem renovando suas habilitações, que têm validade de 5 anos. 

COMPARADA

De acordo com o Denatran, a nova tecnologia permite que a foto do documento apresentado pelo cidadão seja comparada à imagem armazenada no banco de dados do Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach). 

OFF-LINE

A checagem pode ser feita off-line, permitindo que policiais rodoviários e outros agentes de segurança usem a tecnologia mesmo quando estiverem em rodovias e estradas distantes dos centros urbanos.

RENOVAÇÃO

O Detran-MG reforçou que as CNH’s antigas serão substituídas naturalmente, à medida que forem vencendo: “O cidadão que tem a carteira no modelo antigo não precisa ir ao Detran para trocar a CNH. Ela continuará valendo e só será substituída quando ocorrer a renovação do documento ou em caso de extravio do modelo anterior”.


Compartilhe nas Redes Sociais

    BR 135

  10 Maio de 2017

FALTA POUCO...


 

Com cerca de 90% das obras concluídas a pavimentação asfáltica da BR-135, trecho de cerca de 18 Km entre a comunidade de Monte Rei a Montalvânia, a população da região já comemora a conquista esperada por longos anos...

Fotos: Fernando Abreu


Compartilhe nas Redes Sociais

    Economia

  08 Maio de 2017

LEITE E DERIVADOS ESTÃO MAIS CAROS; E O AUMENTO É MAIOR DO QUE O DA INFLAÇÃO


 

O preço do leite e de seus derivados tem subido nos supermercados e padarias do Brasil. De acordo com o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), o litro do leite longa vida subiu 6,90% em 12 meses. 

INFLAÇÃO

No mesmo período, a inflação ficou em 4,41%, o menor índice desde 2006. Segundo a Embrapa Leite (Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias), o preço do leite e seus derivados subiu 13,61% até março deste ano frente ao mesmo período de 2016. 

ENTRESSAFRA

Especialistas explicam que houve queda na produção do leite nos últimos 2 anos, o que pressiona os custos repassados ao consumidor. Aliado a isso está a entressafra do produto, que vai de março a outubro.


Compartilhe nas Redes Sociais

    Saúde

  04 Maio de 2017

CHIKUNGUNYA


  Minas tem 1.790 casos prováveis de chikungunya em apenas uma semana.

Continuam avançando em Minas os casos de febre chikungunya . De acordo com balanço divulgado pela Secretaria da Saúde, já são 11.696 notificações da doença nos 4 primeiros meses de 2017, mais de 20 vezes o total de casos dos últimos 3 anos. Este ano, há 11 mortes sobre suspeitas da febre. Em apenas uma semana foram mais 1.790 registros prováveis da virose. 

DENGUE

Em relação à dengue, foram registrados neste ano 21.980 casos prováveis em Minas. No ano passado, foram 528,2 mil notificações da doença. 

ZIKA

Em relação ao zika vírus, foram registrados neste ano 594 casos prováveis em Minas. Nos 12 meses do ano passado, foram 14.086 notificações da doença.


Compartilhe nas Redes Sociais

    Aniversário da cidade

  28 Abril de 2017

A ORGANIZAÇÃO


 

Toda festa tem em seu planejamento e organização seus maiores trunfos. Uma boa equipe é essencial para a realização de qualquer evento. E a equipe organizadora desta festa foi simplesmente espetacular.

Muitos participaram da organização de um evento pela primeira vez, mas, com união, competência e dedicação, se empenharam para que tudo saísse como planejado. Um time campeão que fez com que a festa fosse um grande sucesso!

"Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos."

Mais uma vez ficou provada a força da união.

#JuntosSomosMaisFortes

Fernando Abreu / Jornalista


Compartilhe nas Redes Sociais

    Aniversário da cidade

  28 Abril de 2017

A MUDANÇA DE LOCAL


 

Este ano a festa deixou de ser realizada da Praça Platão, a Praça do Mercado, para ser realizada na Praça da Rodoviária. Foram vários os motivos que fizeram a organização mudar o local da festa: o antigo espaço é um lugar baixo, não tem drenagem pluvial e recebe água e esgotos de parte alta da cidade, com a interdição de grande parte de Avenida Confúcio os comerciantes sempre reclamavam que as vendas caíam durante a festa, o mercado está em reforma, deixando o local feio, pelos materiais de construção e o próprio prédio inacabado, entre outros fatores.

A mudança de local, de início causou estranheza, mas, posteriormente agradou os que apreciam a festa, os comerciantes do local e os próprios comerciantes da Avenida Confúcio, corredor do antigo local da festa, que ficava interditado durante vários dias, antes e durante o evento.

- Nós comerciantes da Praça da Rodoviária ficamos bastante satisfeitos com a festa sendo realizada aqui. Foi a melhor venda de todos os tempos. Todos precisam de oportunidade. Além disso, o espaço é bem melhor. É um lugar alto, sem problemas de esgotos e que não atrapalha o trânsito. O comércio neste local é sempre muito parado e com a festa aqui muita gente lucrou. Foi uma grande chance para sair da crise e melhorar a renda. Todo mundo ganhou um pouco, afirma o comerciante do ramo de bar, Nélson Lopes.

- Pra mim como comerciante da avenida essa mudança de local foi uma ótima ideia! No início achei estranho, porque já estava acostumado com a festa na Praça do Mercado, mas durante o evento pude notar a diferença. Quando a avenida ficava interditada as pessoas não desciam para comprar em nossos comércios, compravam lá pela praça mesmo. Nós comerciantes ficávamos vários dias sem vender bem. Mas agora, com a avenida livre, pudemos vender mais. E creio que todos os comerciantes da avenida irão dizer a mesma coisa. Nunca vendemos tanto durante a festa. . Sem dúvida alguma, a mudança foi aprovada! Espero que continue lá, disse o comerciante do ramo de drogarias, Edson dos Santos.

Fernando Abreu / Jornalista


Compartilhe nas Redes Sociais

    Aniversário da cidade

  28 Abril de 2017

A RECEPTIVIDADE DO POVO COCHANINO


 

Muitas pessoas de outras cidades visitaram Montalvânia durante esses dois dias. Excursões de Goiânia e Montes Claros trouxeram cochaninos cheio de saudade e ávidos em participar de uma grande festa como há tempos havia acontecido.

Os bares e restaurantes da cidade estiveram sempre cheios, além de festas em residências, sítios, chácaras e fazendas para receber os amigos.

Muito vieram à cidade pela primeira vez, a convite de amigos, como o técnico em segurança do trabalho, Madson Melo, que veio de Paulo Afonso BA e disse que se apaixonou pela cidade e pela forma como foi tratado.

A receptividade do cochanino foi uma das características mais faladas pelos visitantes durante a festa.

- Foi muito bom participar de uma festa tão bonita! Agradeço a hospitalidade dos moradores da cidade de Montalvânia. 

Pessoas que acolheram com carinho e respeito os visitantes. Muito cordiais. Souberam ser receptivos e nos fizeram apaixonar ainda mais pela cidade. Muito brigada a todos! Ano que vem estaremos aí de novo, disse a assistente social da cidade de Manga, Jordana Faria.

Fernando Abreu / Jornalista


Compartilhe nas Redes Sociais

    Aniversário da cidade

  28 Abril de 2017

AS OPORTUNIDADES


 

Algumas pessoas são contra a realização da festa, dizem que prioridade são Saúde e Educação. Mas, além das pessoas também precisarem momentos de lazer e diversão para sair um pouco da rotina estressante e cansativa do dia a dia, toda a cidade ganha com a realização da festa. O comércio melhora as vendas e toda a economia da cidade é aquecida.

A festa, além de levar alegria e diversão ao povo, também movimenta e aquece o comércio. Setores como hotéis, restaurantes, bares, lojas de roupas e calçados, supermercados, postos de gasolina, salões de beleza, farmácias, açougues e distribuidoras de bebidas venderam bastante e seus proprietários se dizem satisfeitos e felizes com a oportunidade.

- Sempre participei desta festa, mas ia pra me divertir. Mas este ano, como as coisas estão difíceis, fui para trabalhar. Montamos um restaurante na Praça da Rodoviária e fizemos comida durante vários dias. Foi bom demais! Há tempos tinha vendido tanto! Além das pessoas que foram pra festa vendemos também para os barraqueiros e pessoas dos brinquedos, todos comeram lá. Foi bom porque todos venderam, o grande e o pequeno. Muita gente levou isopor, mesas com bebidas... quem quis trabalhar vendeu e lucrou. Tinha que ter era mais vezes, brinca a comerciante Leda Alves.

- Fiquei muito feliz com a realização da festa! E a mudança de local foi a melhor coisa que aconteceu. Com a avenida livre e as pessoas circulando os comércios puderam vender mais. Vendi bastante durante os dias da festa. Minhas expectativas foram superadas! Foi uma festa linda! Trabalhei e me diverti bastante.Toda a organização está de parabéns! Foi um evento maravilhoso e toda a cidade ganhou. Festa é alegria e o povo precisa se divertir e os comerciantes precisam vender. Não entendo como alguém pode ser contra. Quem é contra a festa não pensa na cidade e nem no povo, declara a comerciante do ramo de confecções e calçados Elissandra Macêdo.

Fernando Abreu / Jornalista


Compartilhe nas Redes Sociais

Parceiros1

Parceiros2
Star Chiq Microrcim Connect