SITE OFICIAL DA CIDADE DE MONTALVÂNIA
WWW.MONTALVANIA.COM.BR

Publicidade: (77) 9 9949-4184
Parceiros1

ÚLTIMASNOTÍCIAS

    IPTU

  26 Julho de 2018

IPTU


  Prefeitura, por meio da Secretaria da Fazenda, lança campanha para regularização da dívida ativa.


É do conhecimento de todos que os recursos federais e estaduais que são repassados para os municípios estão diminuindo a cada dia, e assim, fica bastante complicado para as Prefeituras realizarem obras e serviços para a população.

Com exceção do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, que tem suas parcelas cada dia mais reduzidas, a única fonte de recursos que o município de Montalvânia dispõe é a arrecadação dos tributos municipais.


Portanto, para que a Prefeitura possa trabalhar, realizando obras, serviços benfeitorias para a população é necessário que todos colaborem regularizando sua situação tributária junto ao município.


Quite seu Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU e Imposto Sobre Serviços de qualquer natureza – ISS, e participe do desenvolvimento do município.


Seu imposto será revertido em benefícios para a população.

Pagando sua dívida à vista você tem até 60% de desconto nas multas e juros.


O não pagamento dos tributos irá obrigar o município a executar judicialmente os contribuintes em débito.


Se você não sabe se seu nome está na Dívida Ativa, encontra-se disponível para consulta, no Setor de Tributação da Prefeitura, a relação de contribuintes em Dívida Ativa de natureza tributária referente à IPTU e ISS.


Colabore para que o Município possa realizar obras e serviços para a população e evite a execução judicial.


VOCÊ CONTRIBUI E O MUNICÍPIO SE DESENVOLVE

ASCOM


Compartilhe nas Redes Sociais

    Política

  26 Julho de 2018

A DANÇA DA SOLIDÃO


  PT insiste na candidatura que não terá e corre o risco de acabar sozinho no baile da sucessão.


Um pouco de reminiscência para entender o atual momento eleitoral do ponto de vista de boa parte das candidaturas. Lembra daqueles bailes de antigamente, em que a moça mais puritana recusava uma dança após a outra até acabar sozinha, em um canto do salão, solitária e triste, na tarefa inglória de observar os casais embalados pela música ambiente? É mais ou menos o que acontece com o PT de Lula e outros aspirantes à Presidência da República nesta pré-temporada da sucessão. 


Houve um tempo, logo após a criação do partido, em que o PT recusava compor com outras siglas, inclusive àquelas de esquerda. Com o tempo e a necessidade óbvia de sair do isolamento e se credenciar para buscar o poder, essas barreiras foram caindo, inicialmente nas disputas por algumas prefeituras e estados, até chegar ao poder central, quando o partido quebrou de vez os tabus para alianças e se lambuzou nas negociações inter-partidárias que deram origem aos escândalos do Mensalão e do Petrolão. 


Bons tempos aqueles em que o PT queria marchar sozinho por pureza ideológica e ética. O isolamento da atual temporada eleitoral tem outro viés: excluído do mando federal após o impeachment de Dilma Rousseff e com Lula na cadeia, o partido perdeu boa parte do poder aglutinador que tinha no período das vacas gordas. 


Sozinha no comando da pista da sucessória, a presidente da sigla, senadora Gleisi Hoffmann, pisca para o PCdoB da deputada Manuela D’Ávila, ela mesma pré-candidata a ocupar o Palácio do Planalto. As convenções partidárias vão até o dia 5 de agosto, quando será possível saber quem arrumou par e quem ficou sozinho no salão. O PT deve ficar sozinho. Os acenos que faz ao PSB vão dar em nada. 


O bloco do eu sozinho não está restrito ao PT, embora o espantoso é que isso aconteça com um partido que tem o potencial de votos prometidos a Lula, até aqui o líder isolado nas pesquisas de intenção de voto. 


Em tese, o capital eleitoral pode ser transferido para o nome que o ex-presidente ungir como seu sucessor e herdeiro político. A prisão certamente não retirou de Lula seu invejável faro político, mas limita seus movimentos e capacidade de persuasão. 


Além de bancar a estratégia do Lula candidato, Gleisi é responsável por comanda uma incerta guinada à esquerda do PT nas eleições de outubro. O anúncio de programa de governo com pontos espinhosos como reforma do Judiciário e do sistema bancário, além do velho discurso do controle das mídias é nitroglicerina pura na atual fase de "direitização" do debate. Tudo muito diferente da Carta aos Brasileiros que viabilizou a eleição de Lula em 2002.


É curioso que PT tenha Gleisi como sua comandante máxima justamente nesse momento de crise. A senadora paranaense parece não está à altura dos desafios da sigla no período difícil do pós-Lava Jato. Fonte: luisclaudioguedes.com.br


Compartilhe nas Redes Sociais

    Juvenília

  24 Julho de 2018

SAÚDE


  Prefeito de Juvenília não cumpre parceria firmada com município baiano.


Seis meses após o prefeito de Juvenília, no Norte de Minas Gerais, Rômulo Marinho Carneiro (PT), visitar o município de Malhada, no Sudoeste da Bahia, para firmar uma parceria na área da saúde, nada foi cumprido conforme apurou o portal Folha do Vale. Em 16 de janeiro deste ano, Carneiro reuniu com o prefeito Valdemar Lacerda Silva Filho (Dezin), com o objetivo de melhorar o atendimento médico para pacientes mineiros, oferecidos no Hospital São Geraldo, em Malhada.


De acordo com um levantamento feito pelo portal Folha do Vale, cerca de 100 pacientes mineiros são atendidas na unidade hospitalar. Alguns desses pacientes são encaminhados para centros especializados como Guanambi e Vitória da Conquista.


Em contato com o secretário de Saúde de Malhada, Ginaldo Gomes, ele afirmou que não participou da reunião em janeiro, mas Malhada contínua atendendo pacientes de Juvenília.


Procurada pelo portal Folha do Vale, Márcia Marinho, secretária de Saúde não atendeu nossas ligações. Redação: folhadovale.net


Compartilhe nas Redes Sociais

    Festa

  24 Julho de 2018

FESTA DO PELOTÃO


  Vem aí a 2ª Festa do Pelotão da Polícia Militar.


No dia 28 de Julho você já tem compromisso marcado!!!

É no Clube Camponês 

Adquira a mesa ou seu ingresso nos postos de venda e venha prestigiar mais um evento que já é Tradição em Montalvânia!!!

Uma Realização: CONSEP - Montalvânia


Compartilhe nas Redes Sociais

    Luto

  21 Julho de 2018

GILDÉSIO VIEIRA


  JUVENÍLIA ESTÁ DE LUTO. MORRE, AOS 74 ANOS, GILDÉSIO VIEIRA DE ARAÚJO, UM GRANDE AMIGO E CONSELHEIRO DA POPULAÇÃO.

Morreu na noite desta sexta-feira (20), de complicações cardíacas decorrentes de um diabetes, o farmacista Gildésio Vieira de Araújo, o seu Gildésio, como era carinhosamente conhecido. Gildésio era servidor público municipal lotado como chefe da Unidade de Identificação, mas fazia de tudo um pouco para ajudar o Município que tanto amava e que escolheu viver e passar seus últimos anos. Era o controlador de combustível, o responsável pelas chaves do prédio da Prefeitura e, por sua sabedoria e discrição, agregados a uma grande experiência de vida, era amigo e conselheiro dos servidores e da população da cidade. Um pessoa muito querida e estimada por todos.


Estava em Vitória da Conquista desde o mês de março, em tratamento de saúde.


Um grande homem, bom pai, esposo, profissional, patrão e amigo. De uma educação singular, era conhecido por sua gentileza, discrição, amizade, alegria e generosidade. Sempre foi muito tranquilo, pacífico e conciliador. Um ser humano de um coração enorme.


Chegou à Montalvânia com a família em 1974, vindos de São Paulo, a convite do sogro, o pecuarista Aristeu Martins, que fez fortuna na cidade e trouxe os filhos, genros, noras e netos para viverem juntos dele, construindo uma grande e importante família.


Era casado com Flora Martins, com quem teve quatro filhos: Marcos Adriano, Viviane, Djeane e Milena. Tinha nove netos.


Gildésio foi um dos primeiros proprietários de farmácia em Montalvânia, e foi também um grande farmacista, o profissional que tem pratica em balcão de farmácia, porém sem formação específica. Prestava serviços também em Juvenília, em épocas difíceis, em que o então distrito ainda não possuía médico, enfermeiros e nem farmacêuticos.


Sempre foi preocupado com as pessoas, principalmente as enfermas. Fazia visitas para confortar e ajudar, de alguma forma, nem que fosse com um pouco de atenção e gentileza, algum doente.


Era um excelente amigo e conselheiro. Homem extremamente cortês, generoso e ponderado.


Mudou-se com a família para Vitória da Conquista (BA) em 1986, mas nunca perdeu os laços com Juvenília. Voltou à cidade alguns anos depois, construiu uma casa e fixou residência, com a esposa Flora, já que os filhos haviam se casado e cada um seguido a sua vida, e estava bastante feliz vivendo na cidade.


Muito sensato e cauteloso no falar e nas ações. Não gostava de polemizar e escolheu viver uma vida comedida, pacata e distante dos refletores. Ouvia muito e sempre tinha uma palavra adequada para cada situação. Não media esforços para agradar. Um ser de luz e amor.


O corpo de Gildésio foi velado e sepultado em Vitória da Conquista (BA) na manhã deste sábado (21).


Juvenília chora e sofre a perda de um grande homem, que ficou marcado para sempre em sua história e na memória de seu povo.


A Prefeitura, por meio do prefeito Rômulo Carneiro, externa seus mais profundos sentimentos de dor e tristeza pela perda irreparável de seu Gildésio.


Que Deus conforte os familiares e amigos e dê um bom lugar à sua alma.


Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza,

auxílio sempre presente na adversidade.


- Salmos 46:1

Fonte: ASCOM 


Compartilhe nas Redes Sociais

    Enquete

  20 Julho de 2018

PREFEITO DE JUVENÍLIA


  Enquete: como você avalia a gestão do Prefeito Rômulo (PT) em Juvenília?


O portal Folha do Vale colocou no ar uma enquete para saber a avaliação dos internautas quanto à gestão do prefeito de Juvenília, Rômulo Marinho Carneiro (PT). O prefeito está com mais de 1 ano e 6 meses a frente do município.

O sistema da enquete bloqueia votos repetitivos por IP. 

Enquete: como você avalia a gestão do Prefeito Rômulo (PT) em Juvenília?

Resultado parcial

Péssima? - 36 Votos

Boa? - 19 Votos

Ruim? - 10 Votos

Regular? - 9 Votos

Para votar é só acessar o link: Votar

Compartilhe nas Redes Sociais

    INSS

  20 Julho de 2018

PENTE-FINO


  Prazo para aposentado agendar perícia e manter benefício acaba sábado. Marcação é pela Central 135.


Os beneficiários de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez do INSS que tiveram os pagamentos suspensos em 21 de maio têm até sábado para marcar perícia médica e evitar que o benefício seja definitivamente cancelado. 


CONVOCADOS

As marcações podem ser feitas pela Central 135. Estes beneficiários foram convocados para pente-fino, mas não responderam. As cartas foram enviadas para beneficiários de auxílio-doença que estão há mais de 2 anos sem passar por perícia médica e aposentados por invalidez com menos de 60 anos de idade.


PENTE-FINO

O governo informou que o objetivo é avaliar para verificar se as pessoas ainda fazem jus ao pagamento destes benefícios. A meta é que 1,2 milhão de benefícios por incapacidade passem pelo pente-fino em 2018.


Compartilhe nas Redes Sociais

    PIS/Pasep

  18 Julho de 2018

PIS


  Prazo para saque do abono PIS/Pasep referente a 2016 será reaberto dia 26 de julho.


Os trabalhadores que não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep 2017/2018 (ano-base 2016) até 29 de junho terão outra chance de retirar o benefício. 


REABRIR

O governo decidiu reabrir o prazo de resgate. Agora, os beneficiários poderão procurar a Caixa Econômica Federal (no caso no PIS) ou o Banco do Brasil (para o Pasep) entre 26 de julho e 30 de dezembro de 2018. O beneficiário que não fizer o saque neste prazo perderá o dinheiro.


2 MILHÕES

Segundo o Ministério do Trabalho, quase 2 milhões de trabalhadores não sacaram o benefício, o que corresponde a 7,97% do total de pessoas com direito ao abono. O valor ainda disponível chega a R$ 1,44 bilhão.


INSCRITO

Para ter direito ao abono salarial 2017/2018, é preciso está inscrito no PIS/Pasep há, no mínimo, 5 anos e ter trabalhado com carteira assinada por, pelo menos, um mês em 2016. Neste período, a remuneração média deve ter sido de até 2 salários mínimos.


Compartilhe nas Redes Sociais

    BR 135

  17 Julho de 2018

ENGANA QUE EU VOTO: MIRAGEM NA BR-135


  Em vídeo, Arlen sinaliza que não há recursos disponíveis para asfalto entre Manga e Itacarambi e obra não sai por tão cedo.


Arrisca a fazer papel de bobo da corte o eleitor que, mais uma vez, vincular seu voto para deputados estaduais ou federais às promessas antigas de que o trecho com extensão de 48 quilômetros da BR-135 entre Manga e Itacarambi finalmente será asfaltado, após décadas de promessas e disputas pela paternidade da obra por políticos das mais diversas tendências e gerações. 


A publicação do edital para a escolha da empresa que vai tocar a obra, que os 17 leitores aqui do site souberam em primeira mão, é etapa importante na longa novela da pavimentação da BR-135 no extremo Norte de Minas, mas é passo meramente burocrático do processo. 


Não adianta definir o nome da construtora que vai fazer a obra se não há dinheiro para tocar a empreitada. O país ainda não dispõe de legislação que obrigue empresas a trabalhar de graça para os governos. Muito pelo contrário, a regra vigente é a do superfaturamento e pagamento de propinas - como a operação Lava Jato e outras têm demonstrado cabalmente. 


De volta à pavimentação da BR-135, o deputado estadual Arlen Santiago (PTB), que tenta se colocar como o novo "padrinho" do asfalto, divulgou vídeo nas redes sociais no final do mês de junho para "comemorar" a publicação do edital anunciada pelo Departamento de Obras de Infraestrutura de Transportes (Dnit), há duas semanas. Santiago foi cauteloso em bater bumbo e praticamente admite que asfalto mesmo que é bom os norte-mineiros não verão por tão cedo. 


Arlen Santiago, que entende pouco de estrada, lama e poeira, porque cruza o Norte deMinas no lombo do helicóptero "Águia Prateada", abraçou a causa da pavimentação da BR-135 na condição de parlamentar em busca de uma causa desde que os tucanos perderam o mando político em Minas Gerais, há quase quatro anos. 


O deputado do PTB contava com o início do asfalto entre as duas cidades para encaminhar a fatura aos eleitores de Manga, Itacarambi, São João das Missões e Montalvânia em outubro próximo. Sem asfalto, vai ficar só no gogó - na esperança de que o povo sofrido da região caia pela enésima vez no velho e surrado truque das promessas que aparecem em anos eleitorais e de Copa do Mundo. A paciência da população deve ter algum limite ainda não testado - provavelmente na Copa do Mundo de Qatar em 2022. 


“É um primeiro passo apenas. Tem um pouco de recurso, muito pouco, no orçamento”, admite Arlen ao observar que, apesar de constar do PAC (programa de aceleração do crescimento), o governo federal não tem dinheiro para o asfalto. Não só não tem dinheiro novo, como cortou as verbas já garantidas para duplicação de rodovias em Minas, caso da BR-381 que perdeu R$ 51 milhões de recursos já previstos no orçamento deste ano. 


O deputado se arvora à condição de "pai" do edital de licitação da rodovia, que prevê a abertura dos envelopes com propostas no próximo dia 8 de agosto. Santiago divide os louros da publicação do edital com os prefeitos Quinquinha de Quinca de Otílio (Manga), José Nunes (São João das Missões) e Nívea Oliveira (Itacarambi) e alguns deputados federais do centrão, paraquedistas dos votos norte-mineiros, daquela turma a quem o presidente Michel Temer se tornou tributário por escapar de dois pedidos de impeachment após o escândalo da JBS. 


A verdade é que Arlen Santiago e seu magote de prefeitos têm ingerência perto de zero em órgãos da União e por um motivo simples: eles não detêm mandato para representação aqui em Brasília. Arlen e seus prefeitos participaram de audiências no Dnit na mesma condição que qualquer eleitor do extremo norte-mineiro poderia fazer, desde que tivessem passagens e estadias pagas com recursos dos seus respectivos municípios. 


Seja como for, o edital do Dnit foi para o Diário Oficial sem previsão de recursos para a execução da obra. Ainda segundo Arlen, o Dnit espera contar com parcos R$ 30 milhões dos R$ 140 milhões previstos para pavimentar a estrada entre Manga e Itacarambi. São recursos, veja o leitor, que vão se materializar apenas no ano que vem, quando o país terá outro comando. E mais: deverá vir das emendas de deputados que tanto podem ser eleitos em outubro próximo como também podem não ser. 


“O Dnit precisa apenas desses R$ 30 milhões para começar a obra no ano que vem”, diz Arlen, que também depende da renovação do mandato de deputado estadual para continuar a “assumir” a paternidade de uma obra federal, instância para a qual não foi eleito. 


No vídeo, o deputado mistura alhos com bugalhos ao tentar desmerecer o trabalho dos mandatos petistas, período em que o asfalto da BR-135 avançou no trecho entre a divisa com o estado da Bahia até Manga. Segundo Arlen, o asfalto entre Manga e Montalvânia só ficou pronto após o impeachment de Dilma Rousseff, em maio de 2016 (o que é verdade), mas a obra já contava com dois dos seus três subtrechos concluídos.


Somente um deles, entre Montalvânia/Monte Rei, ficou paralisado por cinco anos após a empresa vencedora da primeira licitação, a SPA Engenharia, não cumpriu o cronograma acordado com o Ministério dos Transportes e abandonou o canteiro de obras após decretar falência.


Já a paralisação das obras entre Manga e Itacarambi, que ficou realmente pelo caminho, teve como motivo não apenas a leniência dos governos petistas como quer fazer crer Arlen. Fonte: luisclaudioguedes.com.br


Compartilhe nas Redes Sociais

    Saúde

  13 Julho de 2018

VACINAÇÃO CONTRA A PÓLIO


  Vacinação contra a pólio deve acontecer entre os dias 6 e 31 de agosto.


O Ministério da Saúde informou que a campanha de vacinação contra a pólio no Brasil deve ocorrer de 6 a 31 de agosto. O esquema vacinal é composto por 3 doses da vacina inativada (injetável), administradas aos 2, 4 e 6 meses. Aos 15 meses e aos 4 anos, a criança recebe a vacina oral. 


VENEZUELA

A Sociedade Brasileira de Pediatria divulgou nota pública alertando para a necessidade de atenção redobrada diante da detecção de pelo menos um caso confirmado de pólio na Venezuela e de diversos casos em investigação. 


IMIGRANTES

A preocupação se deve ao aumento do fluxo de imigrantes pelas fronteiras brasileiras, em especial nos estados do norte. A pólio é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por quadro de paralisia flácida de início súbito. A vacinação é a única forma de prevenção.


Compartilhe nas Redes Sociais

Parceiros1

Parceiros2
Star Chiq Microrcim