SITE OFICIAL DA CIDADE DE MONTALVÂNIA
WWW.MONTALVANIA.COM.BR


Role para baixo
     

montalvania@montalvania.com.br
(77) 9 9949-4184 / 9 9140-6265
 Curso
  25 Julho de 2017
APROVEITE
Aprenda redação e faça bonito no ENEM.

Os mais preparados sempre têm mais chances

Primeira aula grátis. Só ligar para garantir sua vaga

Participe do Sorteio

Compartilhe e marque três amigos e concorra a quatro vagas. Para você e para seus amigos marcados

Oportunidade única

É pra todo mundo estudar

#RedacaoEComFernandoAbreu

#OsMelhoresPassamPorAqui

#PraPassarNoEnem

#AprendaBrincando

 Transportes
  22 Julho de 2017
A PONTE QUE LIGA NADA A LUGAR NENHUM
Ministro dos Transportes promete ver in loco caso das pontes na divisa de Minas com a Bahia.

O jornalista Fernando Abreu apurou que o ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, prometeu visitar a divisa dos estados da Bahia com Minas Gerais, no traçado da BR-135, onde uma antiga ponte de madeira foi alvo de vandalismo há pouco mais de uma semana. Parte da estrutura foi danificada por um incêndio e o acesso aos dois estados, nos municípios de Cocos, na Bahia, e Montalvânia, em Minas, foi suspenso.

O problema é que existe ponte com 100 metros de extensão, sobre o rio Carinhanha, na altura do povoado de Pitarana a menos de um quilômetro da ponte interditada pelo ataque criminoso dos vândalos. Cinco anos após sua conclusão, a ponte liga nada a lugar nenhum, o que revolta ainda mais os moradores e motoristas que fazem o trajeto entre Minas e Bahia pela rodovia federal.

Do lado baiano da ponte de concreto, há uma propriedade rural com área irrigada por pivô central, que o Governo Federal ainda não conseguiu desapropriar. Ao longo da semana, o dono da propriedade teria cobrado pedágio de R$ 100 dos motoristas interessados em fazer a travessia, após passar por uma porteira que dá acesso à cabeceira da ponte do lado baiano, onde a pavimentação da BR-135 ainda não foi concluída.

Pedágio

A cobrança foi suspensa após reclamações dos usuários e questionamento sobre a legalidade do ato. A empresa Top Engenharia, que atua na região para construir o asfalto entre a cidade de Cocos e a divisa com Minas providenciou a construção de um aterro para facilitar o acesso à plataforma da ponte nova.

Segundo o repórter Fernando Abreu, que está no local, é grande a expectativa pela visita do ministro. Motoristas em trânsito pela região, proprietários das terras envolvidas e toda a população aguardam pela solução do imbróglio. A visita do ministro Lessa teria sido combinada com o governador baiano, Rui Costa, e deve acontecer na próxima sexta-feira (28). O prefeito de Cocos, o médico Marcelo Emerenciano, avalia que a visita ministerial vá colocar um ponto final no impasse, com a possível liberação da nova ponte. Fonte: luisclaudioguedes.com.br

 Reunião
  21 Julho de 2017
S.O.S. RIO COCHÁ
Prefeito e vice de Montalvânia participam de reunião sobre a elaboração de campanha para salvar o rio Cochá.

Medidas para salvar e preservar o rio Cochá estão sendo tomadas pelo prefeito Dr. José Ornelas e uma comissão preocupada e engajada nesta causa. Está sendo elaborada uma campanha de preservação do nosso rio que em breve será divulgada.

Nesta quinta-feira (20) o prefeito, o vice, Pedro Lopes, e parte da comissão se reuniram para planejar métodos de preservação deste rio, buscando meios para proteger sua nascente.

A reunião aconteceu na UAITEC Polo Montalvânia. Fonte: ASCOM

 BR 135
  21 Julho de 2017
BR135 BA/MG
Gestão ambiental.

Umas das funções da Supervisão Ambiental durante a fase de implantação da rodovia é inspecionar os níveis de ruídos emitidos pelas máquinas utilizadas nas frentes de trabalho. Para isso, a equipe utiliza um decibelímetro, que é um medidor de decibéis, para verificar se o barulho provocado pela movimentação na obra está dentro das normas. Os ruídos são medidos na área urbana e nos povoados localizados ao longo da BR-135 BA/MG a cada 15 dias e os pontos de coleta acompanham o avanço das obras. Depois disso são feitos relatórios que são encaminhados ao DNIT e ao órgão ambiental licenciador, no caso o Ibama.

DISTRITO DE MONTE REI – JUVENÍLIA
(LOTE 7.2 - BR-135/MG)

TREVO DE ACESSO À MONTALVÂNIA  
(LOTE 7.2 - BR-135/MG)

FRENTE DE TRABALHO EM CÔCOS 
(LOTE 5 | BR-135/BA)

 Economia
  21 Julho de 2017
COMBUSTÍVEIS
Pis/Cofins sobre combustíveis pode ter aumento por decreto, ainda hoje.

O governo deve aumentar imposto sobre combustível. O aumento do PIS e da Cofins sobre a gasolina, o óleo diesel e o etanol deve ser anunciado ainda hoje. A estimativa é de aumentar a arrecadação em mais de R$ 10 bilhões em 2017 e o dobro disso em 2018.

FINALIZA

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informou que o governo finaliza cálculos sobre eventual aumento de impostos que pode ser anunciado hoje. 

PIS/COFINS

Henrique Meirelles disse que o "candidato mais provável" para o aumento de imposto é o PIS/Cofins cobrado sobre combustíveis. "PIS/Cofins sobre combustíveis tem a vantagem que pode ser feito por decreto. Portanto, é rápido, tem efeito maior durante o ano e começa a vigorar imediatamente", disse o ministro da Fazenda. 

CIDE

Apesar de falar do aumento do PIS/Cofins, Meirelles diz que a decisão ainda não foi tomada e que o governo pretende definir hoje se o aumento de tributo é necessário. "Se for necessário, aumentaremos", resumiu. O ministro também comentou que o governo avalia a possibilidade de aumento da Cide.